Author Archive Antonio Honório de Abreu

.

Congresso AME BH 2019

Foi realizado, nos dias 17 e 18 de agosto, o 3º Congresso da Aliança Municipal Espírita de Belo Horizonte (AME-BH). O evento reuniu mais de 1.700 pessoas, entre voluntários, participantes e conferencistas, no Dayrell Hotel, no Centro da capital mineira.

temática central desta edição foi a “Vida”, e suas reflexões giraram em torno da bênção da encarnação enquanto presente de Deus para os espíritos. O tema é bastante oportuno, uma vez que a sociedade vivencia uma avalanche de episódios de suicídios, que assolam a sociedade brasileira e mundial.

De acordo com a AME-BH, organizadora do Congresso, a finalidade é auxiliar na unificação do Movimento Espírita. Na programação constaram palestras, apresentações artísticas e feira de livros espíritas.

Estiveram presentes os conferencistas Divaldo Franco, Suely Caldas Schubert, André Trigueiro, Simão Pedro, Rossandro Klinjey, Joaquim Gamonal, Renato Vernaschi e Ricardo Melo. Já a dupla Elizabete Lacerda e Alex, os corais Scheilla e Sem Fronteiras, e os Grupos Lúmen e Pilares se encarregaram das apresentações artísticas. O evento também teve a jornalista Vivian Santos, da TV Globo Minas, como Mestre de cerimônias.

A acessibilidade nas Casas Espíritas também foi assunto tratado no Congresso, que teve a presença do Grupo de Estudos Surdos Espíritas (GES) do Grupo da Fraternidade Espírita Irmã Scheilla (Gfeis), de BH.

Jornal AMEmais traz notícias do Movimentos Espírita e…

III CONGRESSO ESPÍRITA DA AME BH A VIDA como foco central, num momento em que uma avalanche de episódios de suicídios assola a sociedade brasileira e mundial. Diz Emmanuel, em o CONSOLADOR, Questão 252, que “relativamente ao suicídio é oportuno repetir que a obra de Deus é a do amor e do bem, de todos os planos da vida, e devemos reconhecer que, se muitos Espíritos reencarnam com a prova das tentações ao suicídio e ao crime, é porque esses devem agir como alunos que, havendo perdido uma prova em seu curso, voltam ao estudo da mesma no ano seguinte, até obterem conhecimento e superioridade na matéria.”

Leia mais em

Juventude espírita mineira marca presença na CONBRAJE Nacional

Confira! Lindo, emocionante!

TEXTO UEM

Foi realizada, entre os dias 20 e 23 de junhoem Brasília, a Confraternização Brasileira de Juventudes Espíritas (CONBRAJE). O encontro, cuja realização era regional, abordou a temática: Jovem, “tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo coração.” Paulo (Colossenses, 3:23).

Representando Minas Gerais, 15 jovens espíritas somaram-se aos cerca de 800 participantes de várias partes do Brasil – entre jovens, evangelizadores, coordenadores de Juventude Espírita, organizadores, trabalhadores voluntários e visitantes – para estudar, confraternizar e compartilhar ideais de paz e bem.

Durante os quatro dias de programação, foram realizadas palestras, oficinas, vivências sobre liderança e Movimento Espírita, muita música e apresentações artísticas, integração e a construção coletiva de ideias e ações para a dinamização dos Espaços de Ação Jovem nos Estados, de modo integrado com as coordenações estaduais.

Representantes das Áreas de Infância e Juventude (AIJ) das Federativas Estaduais estiveram presentes durante todo o evento. Também presente estava dona Laís Baptista, de 94 anos, que participou do 1º Congresso de Mocidades e Juventudes Espíritas do Brasil, realizado em 1948 por Leopoldo Machado – um grande líder espírita e incentivador da participação dos jovens nas atividades espíritas.

Os jovens também fizeram uma visita turística para conhecer a sede da Federação Espírita Brasileira (FEB) e assistiram à palestra do presidente da Federativa, Jorge Godinho, que saudou os presentes e falou da importância da participação juvenil no Movimento Espírita, destacando, ainda, a necessidade do estudo e da vivência evangélica.

“Foi tudo lindo e gratificante. Este evento incrível e inesquecível, que até trouxe uma mensagem de Leopoldo Machado aos jovens espíritas brasileiros, serviu para trabalhar os laços de união e unificação também com os jovens, integrando o clima das comemorações dos 70 anos do Pacto áureo”, afirmou a Coordenadora da Área de Infância e Juventude (AIJ) da União Espírita Mineira e COFEMG, Patrícia Ferraz.

A CONBRAJE Nacional foi promovida pelo Conselho Federativo Nacional da Federação Espírita Brasileira (CFN-FEB), e organizada pela Área Nacional de Infância e Juventude (AIJ-FEB) e dirigentes das AIJ das Federativas Estaduais.

VEJA FOTOS na galeria – Facebook

VEJA FOTOS – site da FEB

VEJA FOTOS – Instagram (Sou Jovem Espírita Brasil)

10 Oficina do Evangelho é realizada na União Espírita Mineira em parceria com AMEBH/10CRE.

Auditório da UEM

Em clima de alegria e confraternização, dezenas de irmãos do Movimento Espírita de BH e interior de Minas se confraternizaram em torno do Evangelho do Mestre. Trocando percepções a cerca de passagens evangélicas, utilizando o Método conhecido como EMEJ, Estudo Minucioso do Evangelho de Jesus, os participantes se envolveram com os textos, através das oficinas oferecidas onde todos são estimulados a contribuir com opiniões.

Utilizando a Doutrina Espírita como “chave”, irmãos de ideal eram convidados a exercitar o também chamado “Miudinho”, tirando assim o espírito da letra ao mesmo tempo que se questionavam como poderiam utilizar o convite à renovação no seu dia a dia.

O convite era geral! Todos poderiam tentar. Buscar naquelas manhã e tarde ter “olhos de ver, ouvidos de ouvir”, nunca foi tão desejado.

Pela manhã seríamos agraciados pela proposta de um texto que comunicava ou convidava com expressões que diziam: “Vós sois o sal da terra…” se a uns comunicava, instruía, mas se a outros convidava esclarecia que como espíritas na atualidade, aprendizes interessados que somos, talvez tivéssemos que participar um pouco mais. O Sal que acentua o sabor dos alimentos estava naquela manhã sendo convidado a agir numa sociedade faminta por novos sabores. A conservação de valores a algum tempo esquecidos, passaria a ser uma dinâmica natural. o sal não poderia mais ser “insípido”, deveria cumprir seu papel.

Dar ao “sal da Terra” a conscientização de sua importância foi emocionante! O Espírito que vivifica salta das letras de um Evangelho tão Novo para nós que podíamos senti-lo em nossos corações e mentes a nos dizer: _ Dose as palavras e leve temperança. Alivie as dores e conserve a esperança. Extraia um sorriso através das tuas mãos e com um olhar que agora já vê, ame sempre.

À tarde ganharíamos em responsabilidades… Divididos em salas e conduzidos por equipe claramente unida pelo coração, perceberíamos Lucas 11:35 “Vê, pois, que a luz que em ti há não sejam trevas”. Agora o método apresentado convidava ao exercício.

Escolhida a passagem, contextualizamos; descobrimos o valor das palavras através de dicionários; verbos, personagem, tempo, lugar, deveriam ser levados a efeito; a Doutrina Espírita estaria, certamente, iluminando o processo; necessário então se lançar no texto como Espírito imortal; seis passos importantes fechariam um ciclo surpreendente no convite natural… a REFORMA ÍNTIMA!

Dia especial!

I Encontro de Tarefeiros da AME BH é coroado de alegria e disposição

A União Espírita Mineira, sede Federativa, foi o ambiente que abrigou em clima de muita alegria e disposição os tarefeiros das quatro regionais da Aliança Municipal Espírita de Belo Horizonte.

Após delicioso café que contou com a participação de todos, os tarefeiros se reunirão para as atividades.

O DEME, Departamento de Estudo Minucioso do Evangelho, conduziu pequena reflexão em torno do Evangelho do Mestre.

Brasil, vice presidente da Aliança conduziu as atividades. onde tiveram a oportunidade de entender um pouco mais sobre o Movimento Espírita Federativo e seu muitos detalhes.

Regional Noroeste
Regional Sudeste

Os jovens tarefeiros de várias áreas, brindavam com energia especial o encontro, unindo-se ao estímulo de muitos, que a muito neste Movimento, se desdobravam por novos ares. Força, disposição e experiencia relativa, convidando-nos à união imprescindível!

Aprendemos muito! Sentimos muito mais! Verdadeiro convite ao trabalho e à prática dos postulados espíritas.

Que venha o próximo!

Regional Centro Sul
Regional Nordeste

Ouro Preto ganha Aliança Municipal Espírita com apoio do 10 CRE, UEM/COFEMG

Representantes de casas espíritas da Região dos Inconfidentes aprovaram a criação da Aliança Municipal Espírita de Ouro Preto (AME-OP). A decisão foi votada em assembleia no município no último domingo, 19 de maio.

Participaram da reunião representantes do 10º Conselho Regional Espírita (CRE), da União Espírita Mineira (UEM) e COFEMG (Conselho Federativo Espírita de Minas Gerais).

Na ocasião, votou-se a criação da AME-OP e de seu Estatuto, além de elegerem a presidente da instituição, dona Maria Antônia Prazeres.

Itamar Morato Esta tarefa que a Espiritualidade nos ofereceu, foi conduzida pelo 10º CRE. Foram mais de 20 reuniões nas cidades de Ouro Preto, Mariana, Itabirito, Santa Bárbara no distrito de Barra Feliz. A equipe do 10º realizou mais de 15 viagens de Belo Horizonte para aquela Região dos Inconfidentes, durante três anos. Em Todas as ocasiões até a Assembleia de criação da AME-OP, neste domingo 19 de maio de 2019, fomos recebidos com carinho e união pelos irmãos Diretores e tarefeiros das casas espíritas da Região. Nossos agradecimentos a todos os irmãos, notadamente o Grupo Espírita Evangelho de Cristo, que nos acolheu em diversas reuniões. A equipe do 10º CRE foi uma comissão constituída por Itamar Morato Cézar, Presidente, Elson Ribeiro de Souza, Vice Presidente, Édina Evangelista, Vera Lucia Cordeiro, Secretárias.

O Movimento Espírita mineiro escreveu mais um importante capítulo em sua história de união e unificação. Durante assembleia realizada no último domingo, 19 de maio, foi aprovada a criação da Aliança Municipal Espírita de Ouro Preto (AME-OP).

O encontro aconteceu no Grupo Espírita Evangelho de Cristo e reuniu presidentes e vice-presidentes das casas espíritas da Região dos Inconfidentes, além de representantes do 10º Conselho Regional Espírita (CRE), da União Espírita Mineira (UEM) e COFEMG (Conselho Federativo Espírita de Minas Gerais).

Na ocasião, os presentes votaram pela criação AME-OP e seu estatuto, além da criação do Conselho Espírita Municipal (CEM) da cidade. Na condução dos trabalhos, o presidente do 10º CRE, Itamar Morato, falou sobre o movimento de unificação na Região dos Inconfidentes:

“Essa é uma região rica em energia, história e tarefeiros dedicados, onde grandes companheiros foram pioneiros em semear a divulgação do Espiritismo. A criação da AME é um anseio de longa data que se realiza, pois, aqui faltava apenas um ponto de união e organização. Será importante não só para o Movimento Espírita local mas de toda Minas Gerais”, declarou Itamar.

O 1º vice-presidente da UEM-COFEMG, José de Ávila Neto, também avaliou a importância da criação da Aliança e do CEM. “É o resultado de anos de esforço e dedicação desses companheiros, e ressaltamos, também, a presença da Espiritualidade na concretização desse propósito. Sem dúvida, será fundamental para o intercâmbio entre casas espíritas da região com o Movimento Espírita”, disse.

Opinião semelhante foi expressa por dona Maria Antônia Prazeres, Vice Presidente do Grupo Evangelho de Cristo, eleita, também, presidente da nova AME-OP. “Há mais de 25 anos, vínhamos tentando criar a AME em Ouro Preto; agora, ficamos muito felizes com essa oportunidade de crescimento e integração entre as casas espíritas da região. É um desafio muito grande, que traz grandes responsabilidades e vigilância redobrada”, avaliou.

APOIO DAS CASAS

A nova AME Ouro Preto auxiliará na organização do Movimento Espírita na Região dos Inconfidentes integrando e aumentando o diálogo entre as instituições da região, abrangendo também Cachoeira do Campo (distrito), Mariana e Itabirito.

Representando uma dessas instituições, Selma Fernandes definiu bem o papel da nova Aliança. “Quando a gente caminha sozinho, temos menos força. Mas, se estamos todos na mesma direção, podemos somar essas forças e ampliar o diálogo entre essas e mais casas espíritas que surgirem”, disse.

Geraldo Dias, também representando uma casa espírita, concordou: “As casas, muitas vezes, vivem isoladas e a AME vai fortalecer e unificar nossos propósitos sem com isso homogeneizar as características das instituições participantes, atendendo muito bem à recomendação do Dr. Bezerra de Menezes”.

A “recomendação” refere-se à mensagem trazida por Chico Xavier na Revista Reformador, de novembro de 1980, com o título “Unificação”, cujo trecho diz: “Solidários, seremos união. Separados uns dos outros, seremos pontos de vista. Juntos, alcançaremos a realização de nossos propósitos.”

Itamar Morato Cézar – Presidente do 10º CRE

.

10º CONSELHO ESPÍRITA REGIONAL – 10º CRE

Criação da Aliança Municipal de Ouro Preto – AME-OP

Itamar Morato Esta tarefa que a Espiritualidade nos ofereceu, foi conduzida pelo 10º CRE. Foram mais de 20 reuniões nas cidades de Ouro Preto, Mariana, Itabirito, Santa Bárbara no distrito de Barra Feliz. A equipe do 10º realizou mais de 15 viagens de Belo Horizonte para aquela Região dos Inconfidentes, durante três anos. Em Todas as ocasiões até a Assembleia de criação da AME-OP, neste domingo 19 de maio de 2019, fomos recebidos com carinho e união pelos irmãos Diretores e tarefeiros das casas espíritas da Região. Nossos agradecimentos a todos os irmãos, notadamente o Grupo Espírita Evangelho de Cristo, que nos acolheu em diversas reuniões. A equipe do 10º CRE foi uma comissão constituída por Itamar Morato Cézar, Presidente, Elson Ribeiro de Souza, Vice Presidente, Édina Evangelista, Vera Lucia Cordeiro, Secretárias.

O Movimento Espírita mineiro escreveu mais um importante capítulo em sua história de união e unificação. Durante assembleia realizada no último domingo, 19 de maio, foi aprovada a criação da Aliança Municipal Espírita de Ouro Preto (AME-OP).

O encontro aconteceu no Grupo Espírita Evangelho de Cristo e reuniu presidentes e vice-presidentes das casas espíritas da Região dos Inconfidentes, além de representantes do 10º Conselho Regional Espírita (CRE), da União Espírita Mineira (UEM) e COFEMG (Conselho Federativo Espírita de Minas Gerais).

Na ocasião, os presentes votaram pela criação AME-OP e seu estatuto, além da criação do Conselho Espírita Municipal (CEM) da cidade. Na condução dos trabalhos, o presidente do 10º CRE, Itamar Morato, falou sobre o movimento de unificação na Região dos Inconfidentes:

“Essa é uma região rica em energia, história e tarefeiros dedicados, onde grandes companheiros foram pioneiros em semear a divulgação do Espiritismo. A criação da AME é um anseio de longa data que se realiza, pois, aqui faltava apenas um ponto de união e organização. Será importante não só para o Movimento Espírita local mas de toda Minas Gerais”, declarou Itamar.

O 1º vice-presidente da UEM-COFEMG, José de Ávila Neto, também avaliou a importância da criação da Aliança e do CEM. “É o resultado de anos de esforço e dedicação desses companheiros, e ressaltamos, também, a presença da Espiritualidade na concretização desse propósito. Sem dúvida, será fundamental para o intercâmbio entre casas espíritas da região com o Movimento Espírita”, disse.

Opinião semelhante foi expressa por dona Maria Antônia Prazeres, Vice Presidente do Grupo Evangelho de Cristo, eleita, também, presidente da nova AME-OP. “Há mais de 25 anos, vínhamos tentando criar a AME em Ouro Preto; agora, ficamos muito felizes com essa oportunidade de crescimento e integração entre as casas espíritas da região. É um desafio muito grande, que traz grandes responsabilidades e vigilância redobrada”, avaliou.

APOIO DAS CASAS

A nova AME Ouro Preto auxiliará na organização do Movimento Espírita na Região dos Inconfidentes integrando e aumentando o diálogo entre as instituições da região, abrangendo também Cachoeira do Campo (distrito), Mariana e Itabirito.

Representando uma dessas instituições, Selma Fernandes definiu bem o papel da nova Aliança. “Quando a gente caminha sozinho, temos menos força. Mas, se estamos todos na mesma direção, podemos somar essas forças e ampliar o diálogo entre essas e mais casas espíritas que surgirem”, disse.

Geraldo Dias, também representando uma casa espírita, concordou: “As casas, muitas vezes, vivem isoladas e a AME vai fortalecer e unificar nossos propósitos sem com isso homogeneizar as características das instituições participantes, atendendo muito bem à recomendação do Dr. Bezerra de Menezes”.

A “recomendação” refere-se à mensagem trazida por Chico Xavier na Revista Reformador, de novembro de 1980, com o título “Unificação”, cujo trecho diz: “Solidários, seremos união. Separados uns dos outros, seremos pontos de vista. Juntos, alcançaremos a realização de nossos propósitos.”

Itamar Morato Cézar – Presidente do 10º CRE

.