10 Oficina do Evangelho é realizada na União Espírita Mineira em parceria com AMEBH/10CRE.

10 Oficina do Evangelho é realizada na União Espírita Mineira em parceria com AMEBH/10CRE.

Auditório da UEM

Em clima de alegria e confraternização, dezenas de irmãos do Movimento Espírita de BH e interior de Minas se confraternizaram em torno do Evangelho do Mestre. Trocando percepções a cerca de passagens evangélicas, utilizando o Método conhecido como EMEJ, Estudo Minucioso do Evangelho de Jesus, os participantes se envolveram com os textos, através das oficinas oferecidas onde todos são estimulados a contribuir com opiniões.

Utilizando a Doutrina Espírita como “chave”, irmãos de ideal eram convidados a exercitar o também chamado “Miudinho”, tirando assim o espírito da letra ao mesmo tempo que se questionavam como poderiam utilizar o convite à renovação no seu dia a dia.

O convite era geral! Todos poderiam tentar. Buscar naquelas manhã e tarde ter “olhos de ver, ouvidos de ouvir”, nunca foi tão desejado.

Pela manhã seríamos agraciados pela proposta de um texto que comunicava ou convidava com expressões que diziam: “Vós sois o sal da terra…” se a uns comunicava, instruía, mas se a outros convidava esclarecia que como espíritas na atualidade, aprendizes interessados que somos, talvez tivéssemos que participar um pouco mais. O Sal que acentua o sabor dos alimentos estava naquela manhã sendo convidado a agir numa sociedade faminta por novos sabores. A conservação de valores a algum tempo esquecidos, passaria a ser uma dinâmica natural. o sal não poderia mais ser “insípido”, deveria cumprir seu papel.

Dar ao “sal da Terra” a conscientização de sua importância foi emocionante! O Espírito que vivifica salta das letras de um Evangelho tão Novo para nós que podíamos senti-lo em nossos corações e mentes a nos dizer: _ Dose as palavras e leve temperança. Alivie as dores e conserve a esperança. Extraia um sorriso através das tuas mãos e com um olhar que agora já vê, ame sempre.

À tarde ganharíamos em responsabilidades… Divididos em salas e conduzidos por equipe claramente unida pelo coração, perceberíamos Lucas 11:35 “Vê, pois, que a luz que em ti há não sejam trevas”. Agora o método apresentado convidava ao exercício.

Escolhida a passagem, contextualizamos; descobrimos o valor das palavras através de dicionários; verbos, personagem, tempo, lugar, deveriam ser levados a efeito; a Doutrina Espírita estaria, certamente, iluminando o processo; necessário então se lançar no texto como Espírito imortal; seis passos importantes fechariam um ciclo surpreendente no convite natural… a REFORMA ÍNTIMA!

Dia especial!

Comments are closed