Qualificação em Atendimento Fraterno reúne 140 pessoas na UEM

Qualificação em Atendimento Fraterno reúne 140 pessoas na UEM

Cerca de 140 pessoas se capacitaram e puderam ampliar os conhecimentos durante a Qualificação para Recepção e Atendimento Fraterno na Casa Espírita, realizada no último 27 de janeiro na Sede Histórica da União Espírita Mineira (UEM) em Belo Horizonte.

Oriundos de diversas Casas Espíritas da capital mineira e de cidades como Nova Lima, Santa Luzia, Sabará, Contagem, Betim, Jaboticatubas e João Monlevade, os participantes puderam aprender mais sobre como acolher fraternalmente os irmãos que chegam às suas instituições, tendo como embasamento a literatura espírita e o Evangelho de Jesus.

E quem esteve presente aprovou a iniciativa. É o caso de Núbia Cruz, tarefeira do Grupo da Fraternidade Espírita Irmã Scheilla (Gfeis), de BH. “Há um ano, trabalho no Atendimento Fraterno e, para mim, foi de grande valia o curso. Aprendi muito e saio mais convicta de que este caminho escolhido está em meu coração. Não há como descrever a alegria sentida quando, de alguma forma, conseguimos aliviar uma dor, trazer nova esperança a uma alma irmã”, declarou.

Quem também aprovou a Qualificação foi o psicólogo e tarefeiro do Grupo da Fraternidade Irmã Ló (GFIL), também de Belo Horizonte, Arnaldo Somavilla. “A recepção na Casa Espírita é realmente uma área muito importante. E essa qualificação superou as minhas expectativas. Na avaliação do curso que mandei, sugeri a criação de um treinamento regular, em módulos, para realmente formar equipes que possam atuar nas Casas Espíritas”, avaliou.

A condução dos temas ficou sob responsabilidade dos Coordenadores de Assistência Espírita da UEM, Fernando Rizzato e de Maria José.

Qualificação foi realizada pela União Espírita Mineira em parceria com a Aliança Municipal Espírita de Belo Horizonte (AME-BH) e 10º Conselho Regional Espírita (CRE).

Comments are closed